Filha descobre importância do seguro depois de perder o pai



Seguro de vida foi destaque na edição do Jornal da Manhã, da Rádio Jovem Pan João Pessoa. Uma reportagem especial, feita pelo repórter Ewerton Correia, mostrou o crescimento da venda de seguros pessoais no estado e a importância dele na vida das pessoas. Participaram da reportagem uma segurada, o corretor Armin Koehler e também o presidente do Sindicato dos Corretores de Seguros da Paraíba (Sincor-PB), Edvan Vasconcelos.


Segundo dados do Sindicato dos Corretores de Seguros da Paraíba, o seguro pessoal cresceu cinco pontos percentuais a mais que o de automóveis só no primeiro semestre de 2018 na Paraíba. De janeiro a agosto de 2018 houve aumento de 16,6%, atingindo 140 milhões de reais no estado.


A reportagem traz o depoimento de Daniele Soraia que perdeu o pai e disse ter passado por dificuldades. “Foi bastante difícil. Era o provedor da família e quando ficamos sem ele tivemos de nos virar. Tem o prejuízo emocional e as contas não esperam”, relatou. O trauma ajudou a alertar Daniele sobre a importância do seguro.


O corretor Armin Koehler, especializado em seguros pessoais e no ramo há mais de  10 anos diz que além dos benefícios do produto, há outras razões para o crescimento. “A conscientização da população sobre a necessidade de proteção à família e a si mesmo também pela questão da violência. Em caso de morte, a família recebe em 30 dias, não entra em inventário. Os valores pagos variam conforme idade e profissão e não custa caro, a partir de 30 reais”, diz ele.


Daniele Soraia conta que paga 47 reais por mês e considera o valor irrisório. “É um valor que você gasta em uma saída no shopping”, diz ela.A reportagem segue dizendo que o resgate do seguro de vida não acontece só em caso de morte. “Pode acontecer por doença, invalidez e outras coberturas como doenças graves, cobertura hospitalar”.


O doutor em economia Laércio Cerqueira acredita que o mercado securitário tem papel de destaque no  setor financeiro. “Alguns contratos que não são tão elevados e pagam prêmios de 1 milhão e esse valor injetado na economia potencializa a circulação da  economia”, afirma.


Outro aspecto abordado é o trabalho do Sincor-PB para criar a cultura do seguro de vida. Vasconcelos diz que o trabalho é árduo para mudar a cultura e mostrar para a sociedade que não é só o seguro de auto, patrimonial seja importante. “Acho que o seguro que mais protege hoje é o de vida”, aponta o presidente do sindicato, Edvan Vasconcelos.


O dirigente ainda alerta que as pessoas devem contratar seguro com um profissional inscrito na Susep. Não dá pra procurar qualquer um pra contratar seguros. “É preciso ser um corretor credenciado pela Susep. Pode consultar o Sincor e mesmo o site da Susep”, alerta o dirigente.

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Clube Vida em Grupo Rio de Janeiro- CVG-RJ
Rua da Quitanda, 159 - 12º andar
CEP 20.091-005 - Rio de Janeiro/RJ
Telefone (21) 2203-0393 / (21) 2213-2787
Email cvgrj@cvgrj.com.br

Copyright © 2018 - Clube Vida em Grupo Rio de Janeiro - CVG-RJ

Desenvolvido por: