SulAmérica apresenta os vencedores do Conexão Criativa 2021

Ideias inovadoras dos colaboradores serão aceleradas pela companhia



São Paulo, 19 de agosto de 2021 - A SulAmérica acaba de anunciar os colaboradores vencedores da segunda edição do Conexão Criativa, o maior programa de aceleração da inovação da companhia. A iniciativa, que contou com cerca de 2.500 participações, tem como objetivo fomentar o intraempreendedorismo e a colaboração entre os funcionários, que após 4 meses de mentorias, treinamentos e vivência na Garagem de Inovação SulAmérica, têm a oportunidade de desenvolver, em grupos multidisciplinares, soluções criativas para desafios do negócio. Nesta edição, as ideias tiveram como direcionadores estratégicos o novo posicionamento da marca em saúde integral e o impacto ASG.


As 10 equipes finalistas fizeram pitches de 5 minutos para uma banca avaliadora formada pelo comitê executivo da SulAmérica, ou seja, o Presidente Ricardo Bottas e todos os vice-presidentes. O grande vencedor dessa edição foi o projeto “Prodígio AS”, que apresentou uma plataforma para consulta de histórico de utilização da rede de prestadores da SulAmérica. Em segundo lugar veio o “SulAcesso”, que busca ampliar o acesso de pessoas menos favorecidas à Saúde Integral. Na sequência, foi escolhido o projeto “Päli”, com um produto para treinamento e indicação de profissionais para acompanhamento terapêutico. Completa a lista de vencedores a equipe “Sulazen”, vencedora na categoria de votação popular, que busca oferecer terapias integrativas dentro do plano de saúde.

Todas as ideias participarão de uma jornada de aceleração junto a Garagem de Inovação e mentores externos, visando a implementação de protótipos dos projetos nos próximos meses. O grupo que ficou em primeiro lugar ganhará, ainda, uma viagem de voluntariado. O Conexão Criativa faz parte da estratégia de inovação e de transformação da cultura organizacional da SulAmérica, que busca engajar os colaboradores da companhia na adoção de novas metodologias de trabalho, na quebra de paradigmas corporativos e no estímulo à experimentação constante.

0 comentário